Sua Estupidez 2.0

December 22, 2009 at 10:07 am (Uncategorized) (, , , , , )

Achei esse vídeo bacana no blog da Utsch. O vídeo trata da construção da barragem de Belo Monte no Xingú!!!

Advertisements

Permalink Leave a Comment

Gal Costa – Sua estupidez

December 19, 2009 at 11:42 am (Uncategorized) (, , , )

Todo mundo ama o Robertão!! nesse vídeo sem conservantes e assidulantes, o que fica de bom é o feelin da Gal e a letra do Robertão!! Ela é foda!!

Permalink Leave a Comment

multiplicidade

December 12, 2009 at 7:51 pm (Uncategorized)

do laerte

Permalink 3 Comments

Manual de férias!!!

December 8, 2009 at 6:22 pm (Uncategorized)

O que fazer depois de amanhã:

procurar uma praia para descansar(7 dias)
visitar a ecovida São Miguel(dias a negociar)
procurar um lugar para ir no reveillon
procurar um lugar para ir no carnaval

ler Araweté: Deuses Canibais
ler Mil Platôs
ler O Anti-Édipo

Permalink 5 Comments

sobre essas perguntas

December 3, 2009 at 11:17 am (Uncategorized) ()

Desde que sai da Engenharia tenho passado por momentos de mudanças constantes. Entrei na UFMG, saí  da UFMG, voltei pra UFMG. Entrei no Ministério da Cultura, saí do MinC e voltei ao MinC. Fiz opções cujos recursos não seriam os mais disponíveis. Largar a Engenharia quando estava tudo arrumado? Sair da UFMG quando não se precisava pagar nada? Se cansar do MinC quando ganhava mais dinheiro do que já ganhei em toda a minha vida?

E essas não eram todas as perguntas que me faziam. O que esse curso faz? Pq vc saiu, vc é louco? pq vc não faz os dois pra se manter? acaba a engenharia e depois faz o seu “sonho”!

Perguntas demais!!

Agora dois amigos estão indo para Brasília e me vi, às vezes, desacreditado deles. Eles vão sem emprego, precisando se sustentar, a Denise não vai ter muito tempo para trabalhos, a cidade é cara. E me vi perguntando, mesmo que para mim mesmo, essas perguntas que são  antes de tudo perguntas de amor, por gostar realmente deles.

Mas o que me vem a cabeça, é até que ponto essas perguntas devem ser feitas. Para mim, talvez, a parte mais difícil de todo esse processo foi achar respostas para essas perguntas que não me trouxeram nada. Se tivessem me feito essas perguntas em 2003, quando eu estava na Engenharia era provável que não saberia responder a grande parte delas. E me tomarem o tempo para respondê-las foi uma das coisas mais complicadas.

Viver uma vida “alternativa” não é difícil. O difícil é racionalizar tudo e ter de dar respostas pra pessoas que não necessariamente estão interessadas em ouvi-las.

Permalink 5 Comments

December 2, 2009 at 5:22 pm (Uncategorized) (, , )

não consigo dormir.tenho uma mulher atravessada entre minhas pálpebras.
se pudesse diria a ela que fosse embora,
mas tenho uma mulher atravessada em minha garganta.

E. Galeano

Permalink Leave a Comment